segunda-feira, 1 de setembro de 2014

Vereador João Silva solicita reparos em pontes e recuperação de estrada rural

O vereador João Silva Filho "João Gurita", apresentou várias indicações na última sessão ordinária da Câmara Municipal, ocorrida dia 26/08, solicitando serviços para a zona rural. 
Em duas das indicações o vereador solicita que seja realizado reparos em caráter de urgência em estradas, sendo uma na região da Furnas de São Domingos a qual, de acordo com o vereador, se não houver manutenção, com a chegada do período chuvoso vai se tornar intransitável e é local de escoamento de produção, portanto uma estrada de grande movimentação. Outro local seria no Assentamento, na região de Limeira onde é um trecho muito pequeno mas que causa grandes prejuízos aos moradores e especialmente para o transporte escolar, devido a situação precária do local.
Outras solicitações do vereador se refere a duas pontes, sendo uma delas localizada em estrada que sai do distrito de Honorópolis sentido à BR 153 e uma ponte localizada na região do Rio da Prata que dá acesso à propriedade do Senhor José Paiva. 
"As solicitações são em atendimento às reivindicações dos moradores destas regiões que reclamam das dificuldades de trânsito nos respectivos locais e como são locais de grande movimentação, necessita com urgência da devida atenção, antes que comece o período de chuvas, sendo necessária a devida recuperação para não impedir o deslocamento para o escoamento da produção e principalmente o trânsito de veículos de transporte escolar", ressaltou o vereador.
Além das solicitações acima, o vereador fez comentários também sobre ofícios protocolados na Câmara Municipal por diversas professoras em relação a decisão da administração municipal de que as Escolas da Rede Pública do Município, assumirá na integralidade todas as turmas de 1º ano das Escolas da Rede Estadual a partir do próximo ano. 
Confira na íntegra, no áudio abaixo, as solicitações e o pronunciamento do vereador João Silva, sobre os assuntos citados acima:


Vereador Mário Machaim Franco solicita recapeamento na Avenida 11

Na sessão da última terça-feira (26/08) da Câmara Municipal de Campina Verde o vereador Mário Machaim Franco apresentou indicação a ser encaminhada ao Prefeito Municipal, solicitando em caráter de urgência, serviço de recapeamento asfáltico na Avenida 11, especialmente no trecho compreendido entre as Ruas 32 e 36.  
“Solicitei o serviço na referida via que está impraticável transitar em alguns locais, além de estar causando prejuízos aos donos de veículos, traz perigo iminente de acidentes, pois é uma das principais vias da cidade, portanto com muito tráfego. Além disso,  é urgente porque nesta época de estiagem e as ruas danificadas precisam ser arrumadas antes do período chuvoso", detalhou o vereador.
Confira ao lado o teor da indicação que recebeu também a assinatura dos vereadores, Olívia Nahass e Alan Borges:


sexta-feira, 29 de agosto de 2014

CHEGOU A SEXTA MALUCA - SUPERMERCADOS SANTA RITA
Confira as Mega Ofertas que o Supermercados Santa Rita (Lojas 1 e 3) preparou para este final de semana (29 e 30/08)
Click na imagem abaixo para ampliar

quarta-feira, 27 de agosto de 2014

Vereadores querem explicações sobre Certidão Negativa de Débitos do Município

Através de requerimento protocolado na Câmara Municipal, protocolada pelos vereadores, Olívia Nahass, Mário Machaim Franco, João Silva Filho, Alan Borges e João Batista Barbosa, durante reunião ordinária, foi solicitado ao Presidente que encaminhe ofício à Caixa Econômica federal. agência de Campina Verde, solicitando informações referentes à Certidão Negativa de Débitos do Município.
Juntamente com o requerimento, os vereadores protocolaram certidão extraída no dia 25 p.p., onde a Caixa Econômica federal certifica que a Prefeitura Municipal de Campina Verde encontra-se em situação REGULAR perante o Fundo de Garantia por Tempo de Serviço - FGTS.
De acordo com os vereadores, ao procurar a agência da CEF, o funcionário alegou que não saberia explicar a regularidade da certidão, se o município teria quitado a dívida do FGTS, ou negociado; "É de conhecimento público, e demonstrado através de Projeto de Lei de nº 17/2014, encaminhado para esta casa solicitando autorização para parcelar débitos perante o Fundo de Garantia de Tempo de Serviço – FGTS, junto à Caixa Econômica Federal do período compreendido de junho de 2013 até esta data, alegando dentre outros motivos, a necessidade de regularizar a pendência para obter certidão para que o Município possa vir a pleitear recursos por meio de emendas parlamentares e convênios, sendo que o referido projeto foi retirado de pauta e não foi retornado a esta casa. Portanto, queremos saber se estes débitos, foram pagos, ou se foram negociados, mesmo sem a autorização legislativa, já que de acordo com a certidão, o município não possui débitos junto ao FGTS", justificou os vereadores.
Confira no áudio abaixo, o questionamento da vereadora Olívia Nahass sobre o referido documento, durante a reunião ordinária ocorrida na última terça-feira (26/08):

segunda-feira, 25 de agosto de 2014

Padre Alexandre Nahass é nomeado Diretor Provincial das Filhas da Caridade da Província do Rio de Janeiro, mas continuará como Assessor Espiritual do CNB 
O padre Alexandre Nahass Franco foi nomeado pelo Superior Geral da Congregação Missão, padre Gregory Gay, o novo Diretor Provincial das Filhas da Caridade da Província do Rio de Janeiro, por um mandato de seis anos.
Santa Luísa de Marillac, desde as origens da Companhia das Filhas da Caridade, desejou que as Irmãs pudessem receber a ajuda espiritual dos missionários (padres e irmãos da Congregação da Missão). Ela acreditava que seria um grande meio para manter vivo o espírito vicentino e garantir a qualidade do serviço corporal e espiritual aos Pobres.
Mesmo diante das responsabilidades e desafios de mais um trabalho junto à Família Vicentina, padre Alexandre continuará servindo ao Conselho Nacional do Brasil da Sociedade de São Vicente de Paulo (CNB/SSVP), como Assessor Espiritual ao longo dos próximos três anos.
Na posse, durante a Missa na Capela Nossa Senhora das Graças, na Casa Provincial das Filhas da Caridade do Rio de Janeiro, dia 21 de agosto, padre Alexandre lembrou as palavras de São Vicente: “Deveis estar na disposição de irdes para toda a parte para onde vos mandarem e dizer: não sou daqui nem dali, mas de qualquer parte onde aprouver a Deus que eu esteja”. Ele disse: “Mesmo sendo parte de uma Conferência de São Vicente de Paulo às Filhas da Caridade em 31 de julho de 1634, este foi o lema que usei na minha Ordenação como Missionário e Padre Vicentino, em Campina Verde no dia 18 de Maio de 2002”. Estiveram presentes à missa a presidente do CNB, consócia Emília e o esposo dela, confrade José Alves, juntamente com o confrade Roberto, segundo tesoureiro, e colaboradores da Sede do Conselho. Nas palavras de agradecimento, padre Alexandre lembrou de sua missão na SSVP: “Gostaria de agradecer a Sociedade de São Vicente de Paulo, na pessoa da presidente do Conselho Nacional do Brasil – Emília, e seu esposo José Alves, que nesses últimos 5 anos têm me apoiado muito na missão junto aos leigos e aos Pobres, como também aos colaboradores da instituição”.

Encerrou o pronunciamento, conciliando o sentido da missão junto às Filhas da Caridade e na SSVP: “Pois bem, sigamos o curso de nossa vida. Encerrando ciclos, fechando portas, abrindo outras, terminando capítulos, iniciando outros... A cada novo ciclo, uma nova oportunidade... Uma nova etapa se inicia! Aprende-se com os erros, busca-se mais os acertos... Mas o fundamental é a Fé e a Perseverança. E como nos diz Santa Luísa: ‘Onde quer que estejamos temos Deus conosco’. Acreditemos sempre: A Caridade de Jesus Crucificado nos impele para transformar o mundo numa Rede de Caridade”.
Marcaram presença também na missa de posse,  seus familiares de Campina Verde, sua mãe Samira Nahass Gouveia Franco e irmã, Olívia Maria Nahass Franco de Sousa. 
Fonte: SSVPBRASIL

sábado, 23 de agosto de 2014

Entrevista dos Vereadores Mário Machaim Franco e João Silva Filho sobre o Projeto de Lei de autoria do executivo que solicita autorização da Câmara Municipal para parcelar débito do FGTS

Confira nos áudios abaixo, a entrevista dos vereadores Mário Machaim Franco e João Silva  Filho, na Rádio Cidade FM, que falaram sobre o Projeto de Lei de autoria do executivo, que esteve em pauta na reunião extraordinária da Câmara Municipal, na última segunda-feira (18/08), o qual solicita autorização legislativa para  o Município de Campina Verde parcelar débitos perante o Fundo de Garantia de Tempo de Serviço – FGTS junto à Caixa Econômica Federal.
O referido projeto foi retirado de pauta pelo líder do prefeito na Câmara, vereador Alexandre Macedo, alegando a necessidade de fazer adequações e melhorias, para posteriormente retornar ao legislativo:

sexta-feira, 22 de agosto de 2014

Prefeito de Campina Verde é condenado pelo TRE a pagar multa por propaganda antecipada

O prefeito de Campina Verde, Reinaldo Assunção Tannús, foi condenado ao pagamento de multa, pelo Tribunal Regional Eleitoral por praticar propaganda eleitoral extemporânea, com pedido explícito de votos em favor do Deputado Federal Aelton José de Freitas.
A decisão é do juiz Paulo Rogério Abrantes, que acatou representação ajuizada do Ministério Público Eleitoral em face de Reinaldo Assunção Tannús e Aelton José de Freitas por suposta prática de propaganda eleitoral extemporânea. 
Na ação o Ministério Público Eleitoral , narrou que ambos teriam participado, em 27/6/2014, de um evento público para inauguração do campus do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia (IFTM) de Campina Verde, afirmando que, durante o discurso proferido pelo Prefeito Reinaldo Assunção Tannús na inauguração do campus, o Deputado Aelton José de Freitas, que se encontrava presente, foi enaltecido em razão dos seus esforços pela implantação do IFTM no município, inclusive com pedido expresso de voto em seu favor, juntando à representação, mídia com a gravação do discurso proferido, onde tem-se o seguinte trecho:
"(...) e eu quero passar pra vocês jovens, principalmente, pra sociedade, que nós estamos vivendo um momento importantíssimo, é um momento em o Brasil vai se resolver mais uma vez através do voto das pessoas no processo eleitoral deste ano, e que cada um faça a sua escolha com responsabilidade. Mas eu não posso deixar de dizer que eu não preciso, não sou sozinho pra carregar as candidaturas, e que vocês sejam não só cabos eleitorais, mas generais eleitorais. Deputado Aelton Freitas merece porque fez muito por essa escola, fez muito pela cidade, a responsabilidade de devolver o mandato dele à Câmara Federal não é só minha, é todos nós. Eu posso dizer para você, deputado, que eu teria vergonha hoje de pedir voto pra outro deputado federal que não fosse vossa excelência, pelo que fez pela cidade. Mas eu vou cumprir a minha obrigação. Eu vou colocar para a sociedade no tempo do período correto que pode ser feito pelas eleições, nós vamos fazer um folder bem feito aonde nós vamos mostrar para a sociedade o que cada deputado federal fez nesses cinco anos pela nossa cidade e a escolha será de vocês. (...)"
No mérito o  magistrado concluiu que o discurso proferido por Reinaldo Assunção Tannús apresenta forte conotação eleitoral, sendo possível identificar claramente a apresentação de Aelton José de Freitas como pré-candidato à reeleição para Deputado Federal, tendo sido expostas as suas qualidades pessoais para o exercício do cargo, além de menção às próximas eleições, expresso pedido de votos e o apoio a ele oferecido pelo Chefe do Poder Executivo de Campina Verde. Ou seja, encontram-se no discurso todos os elementos que caracterizam a propaganda eleitoral antecipada.
Porém, julgou parcialmente procedente a representação ajuizada pelo Ministério Público, ou seja, acatou o recurso do deputado federal Aelton Freitas que alegou em seu favor ter sido convidado para a cerimônia em razão da atividade que exerce, sustentando que não tinha prévio conhecimento sobre o teor do discurso proferido pelo prefeito durante o evento, o que foi acatado pelo juiz que entendeu que não há provas de que teria havido um prévio ajuste entre os representados para a prática da conduta irregular nem elementos que demonstrem que Aelton José de Freitas teve o prévio conhecimento da propaganda feita em seu benefício durante o discurso de Reinaldo Assunção Tannús, condenando somente o representado Reinaldo Assunção Tannús ao pagamento de multa no valor de R$ 5.000,00 (cinco mil reais), nos termos do art. 36, § 3º, da Lei 9.504/1997, por propaganda eleitoral extemporânea.
Após Decisão Monocrática com resolução de mérito no dia 13/08/2014, o Representado Reinaldo Assunção Tannús, recorreu da decisão, através de seus advogados no Tribunal Regional Eleitoral, alegando ausência de condições da ação, por suposta ausência de provas que demonstrem o alegado pelo representante o que ensejaria a extinção do processo sem resolução do mérito, por ser a apresentação das provas requisito essencial nesta espécie procedimental, tendo a Procuradoria Regional Eleitoral emitido parecer prévio pelo não provimento do referido recurso. E nesta sexta-feira (22/08), como previsto na pauta de julgamentos do Tribunal, o recurso foi julgado pela sessão do pleno, o qual por unanimidade, negou provimento ao recurso, conforme acordão e extrato da ata da sessão (imagens abaixo) publicadas nesta data: 



Acusado de homicídio duplamente qualificado cometeu suicídio na cadeia de Campina Verde

Odélio Quirino de Jesus, acusado de homicídio consumado tendo como vítima, sua esposa Lilian de P.M. e tentativa de homicídio, tendo como vítima Valdinei S. M., no dia 14 de junho do ano em curso, cometeu suicídio na manhã de hoje na cadeia local. 
De acordo com informações da Polícia Militar, o fato se deu após as 8:00 horas, ocasião em que os agentes penitenciários realizavam vistoria nas celas, antes das visitas de familiares.
Como de costume, os presos saem das celas para a vistoria, porém Odélio se recursou a sair, permanecendo sozinho no local e cometendo o ato a seguir.
Para a ação, o preso utilizou de um barbante usado para confecção de artesanato, por onde se pendurou em uma torneira de registro de água, acima do vaso sanitário da cela. 
Quem encontrou o corpo de Odélio, foram seus companheiros de cela, que ao retornarem ao local, já o encontraram sem vida.
"Certamente ele já havia premeditado a ação, ao se recusar a sair da cela e preparou o local em questão de minutos, dando várias voltas com o barbante preso ao registro, por onde se pendurou",k informou um policial militar ao Blog de Notícias Campina Verde
O crime cometido por Odélio Quirino em Campina Verde, no dia 14/06/14, causou muita comoção e 
chocou a população da cidade, especialmente pelo fato de ter acontecido de forma inesperada e na presença do filho do casal (autor e vítima).
Após cometer o crime, Odélio Quirino de Jesus fugiu do local se entregando posteriormente, à Polícia Civil no dia 25/06/14.
Confira as matérias sobre o caso: 
http://noticiascampinaverde.blogspot.com.br/2014/06/em-campina-verde-homem-mata-esposa-e.html
http://noticiascampinaverde.blogspot.com.br/2014/06/campina-verde-acusado-de-homicidio.html